Você pode melhorar flacidez e estrias com abdominoplastia.

A abdominoplastia

A abdominoplastia, ou demolipectomia, é uma cirurgia plástica bastante procurada para restabelecer o contorno corporal, em nossa clínica no Paraná, Brasil. Pacientes com excesso de pele e gordura indesejáveis no abdômen podem conseguir resultados fabulosos com Dr. Zamarian. A cirurgia plástica do abdômen permite um completo remodelamento da região abdominal, tradicionalmente uma das regiões mais difíceis de serem melhoradas apenas com dieta e exercícios físicos.

Caso o paciente apresente excesso de pele, gordura ou de outros tecidos como resultado de gestação, perda de peso ou idade avançada, Dr. Zamarian tem a habilidade e dedicação necessárias para transformar seus sonhos de abdominoplastia em realidade.

Indicação

A flacidez de pele é o fator determinante para a indicação da abdominoplastia. Pacientes podem adquirir uma flacidez importante após gestação, grande perda de peso ou com a idade. As estrias podem ser removidas total ou parcialmente com essa cirurgia, mas não são elas que determinam a possibilidade da plástica de abdômen. Assim, um abdômen com estrias, mas sem flacidez, não deve ter a quantidade de pele suficiente para permitir a realização da cirurgia. Da mesma forma, quando há excesso de gordura, sem flacidez de pele, Dr. Zamarian indica a lipoaspiração ao invés da abdominoplastia.

Pré-operatório

A consulta

Durante a consulta médica para abdominoplastia, Dr. Walter Zamarian irá perguntar sobre antecedentes de gestações e de outras cirurgias realizadas, principalmente se deixaram cicatrizes no abdômen. A avaliação começa com a paciente em pé, quando se avaliam a quantidade de gordura e de pele do abdômen e dos flancos, presença de cicatrizes de cesáreas ou outras cirurgias abdominais, posição do umbigo, presença ou não de hérnias inguinais, incisionais ou de hérnia umbilical, tipo e flacidez da pele, qualidade de outras cicatrizes, entre outros. Em seguida, a paciente se deita e são realizadas duas manobras: a primeira para se avaliar a quantidade de pele em excesso no abdômen. A segunda manobra é para se avaliar a presença de diástase dos músculos retos abdominais, que é muito comum após uma gravidez e que é corrigida durante a cirurgia plástica do abdômen. A necessidade de lipoaspiração associada a essa cirurgia também é discutida nessa avaliação.

Cicatriz de cesárea

Na avaliação da flacidez de pele, leva-se em consideração a possibilidade de a cicatriz da cesárea ser retirada durante a cirurgia. Em casos em que a cicatriz da cesárea é muito baixa ou a flacidez de pele pequena, pode ser necessário deixá-la intacta, e fazer uma segunda cicatriz para a abdominoplastia, um pouco acima da cesárea.

Exames

Dr. Zamarian solicita, de rotina, exames de sangue, urina, eletrocardiograma e risco cirúrgico, a fim de se avaliar adequadamente a saúde de cada paciente. Esses exames são:

A anestesia

Dr. Zamarian realiza a abdominoplastia sob anestesia geral, em ambiente hospitalar, de modo seguro e com a certeza de preservar a oxigenação do paciente, garantindo que o mesmo não acorde durante o procedimento.

A cirurgia

A cirurgia plástica de abdômen se inicia com a paciente sob anestesia geral. Dr. Zamarian realiza uma incisão na pele ao longo da dobra inferior do abdômen, tangendo os pelos pubianos, de um osso do quadril ao outro, que é usada para expor a musculatura abaixo da gordura. Uma vez feita a incisão, a área a ser operada é descolada e a musculatura do abdômen reforçada com pontos que aproximam os músculos retos abdominais, corrigindo a diástase. Em seguida, marca-se e remove-se o excesso de tecido de pele e gordura, fechando a parte externa da cirurgia com cola Dermabond. Coloca-se um dreno de sucção para diminuir o líquido que é naturalmente formado pelo organismo, após o descolamento do abdômen.

Apesar de a área operada ser extensa, a cirurgia geralmente tem um pós-operatório bastante tranquilo, com mínimo desconforto. Pacientes que desejam ter uma cintura mais firme e modelada e um abdômen sem excessos, recorrem à abdominoplastia para atingir os objetivos desejados.

A paciente tem alta no dia seguinte, quando Dr. Walter Zamarian troca os curativos e orienta os cuidados do pós-operatório.

Fechamento da musculatura

Dr. Zamarian realiza o fechamento da musculatura abdominal através da plicatura mediana dos músculos retos abdominais com Nylon, em pontos separados, em "X", de modo que o resultado seja definitivo e não corra o risco de soltura dos pontos.

O fechamento da musculatura abdominal é fundamental para se conseguir as seguintes melhoras:

Entretanto, cumpre lembrar que algumas pacientes procuram a abdominoplastia Londrina com um discreto sobrepeso e, ao depositarem toda confiança na plicatura de abdômen, podem se frustrar com o resultado. Isso porque, em alguns casos, a gordura intra-abdominal em excesso pode ser responsável por uma pequena barriguinha residual. Dessa forma, Dr. Zamarian orienta que a paciente deve realizar exercícios para diminuir a gordura abdominal, a fim de se complementar o resultado. O exercício que é mais eficaz para diminuir a gordura intra-abdominal é a caminhada ou corrida, dependendo da capacidade física. Outros exercícios também muito bons, como a natação, têm menor capacidade de fazer perder a barriga do que a caminhada.

Incisões

Dr. Zamarian realiza uma avaliação muito individualizada de cada caso a ser tratado e, dessa forma, abre mão de três principais tipos de incisão de abdominoplastia, que podem ser utilizadas, a serem escolhidas durante a consulta médica:

Incisão clássica

Essa incisão é aquela utilizada na técnica clássica do Professor Ivo Pitanguy e trata-se de uma incisão curvilínea, que vai de um osso do quadril ao outro, passando rente aos pelos pubianos. Também é necessária nessa técnica, uma incisão ao redor do umbigo, sendo que na Clínica Zamarian dá-se prioridade à técnica de onfaloplastia e Juri, que confere um umbigo pequeno e com cicatrizes escondidas, sem o risco de fechamento (estenose) do mesmo. Nessa técnica, a abdominoplastia pode ser associada à lipoaspiração de abdômen e flancos.

Incisão em flor-de-lis (âncora)

Esse tipo de incisão é reservada, principalmente, para os pacientes que se submeteram à redução do estômago e que já têm uma cicatriz vertical no andar superior do abdômen. A marcação se assemelha à flor-de-lis, e a resultante final se assemelha a uma âncora, ou um "T" invertido. A escolha dessa técnica é dada naqueles casos em que não se deseja apenas a retirada de pele no sentido vertical, mas também para retirada de pele no sentido horizontal. O tempo cirúrgico nessa técnica não é aumentado e a plicatura da musculatura abdominal pode ser realizada, como na técnica clássica. Um detalhe dessa técnica é que a retirada de pele e o fechamento são realizados sem descolamento, a fim de se diminuir a possibilidade de formação de seroma. De qualquer forma, Dr. Zamarian, por segurança, orienta a manutenção do dreno de pressão negativa durante sete dias no pós-operatório. A lipoaspiração não está indicada nessa técnica.

Incisão de miniabdominoplastia

Trata-se de uma indicação muito precisa, para pacientes que possuem pouca ou nenhuma flacidez acima do umbigo, porém com afastamento da musculatura (diástase dos músculos retos abdominais), e com uma pequena flacidez de pele abaixo do umbigo, que pode ser tratada com uma incisão um pouco maior que a cesárea, denominada miniabdominoplastia. Um eventual excesso de gordura pode ser tratado nessa cirurgia com a lipoaspiração de abdômen e flancos. Nessa técnica, não se realiza uma incisão ao redor de todo o umbigo, podendo apenas ser necessária uma pequena incisão na parte superior do mesmo, superiormente, a fim de se realizar uma lipoaspiração na parte superior do abdômen.

Umbigo

O umbigo, ou cicatriz umbilical, tem uma atenção especial por parte do Dr. Zamarian, durante a abdominoplastia. Ele realiza a técnica de onfaloplastia de Juri, que permite que faça umbigos pequenos e atraentes, sem o risco de fecharem (estenose). Além disso, Dr. Zamarian toma o cuidado de posicionar a cicatriz do umbigo mais internamente, para que fique bem semelhante ao umbigo que não foi operado, permitindo à paciente usar biquíni na praia, sem constrangimentos.

Pós-operatório

A recuperação da abdominoplastia é bem rápida, exigindo poucos cuidados, com mínimo desconforto. O dreno colocado é removido por volta do sétimo dia. Aqui estão algumas das orientações de nossa rotina:

Cuidados com a cicatriz

Dr. Zamarian observa de perto o processo de cicatrização de cada paciente e, quando há necessidade, indica tratamentos alternativos para melhorar cicatrizes, que podem querer começar a ficar mais vermelhas ou um pouco elevadas.

Para isso, ele pode indicar adesivo de Drenison Oclusive ou corticoide injetável (triancinolona), a depender de cada caso. Por vezes, pode-se também fazer uso de cremes de ou de tiras adesivas de silicone gel.

Seja qual for o tratamento dado às cicatrizes, todas elas sofrem o mesmo processo de maturação: estão bem fininhas o primeiro mês após a cirurgia, tornando-se mais vermelhas, altas e evidentes com dois meses de cirurgia, quando, a partir de então, começam a melhorar progressivamente, até que estejam mais claras, baixas e finas após 18 meses da cirurgia.

Onfaloplastia

A cirurgia plástica de onfaloplastia é indicada para pessoas que tem seu umbigo inestético seja por nascença, por uma hérnia umbilical, por obesidade prévia, pela má cicatrização ou pela gravidez, nas mulheres.

Dr. Walter Zamarian Jr. utiliza a técnica de Juri para realizar a onfaloplastia durante a abdominoplastia, que permite desenhar umbigos pequenos e atraentes, sem correr o risco de fecharem.

A onfaloplastia de Juri é realizada com um retalho triangular de pedículo superior. Nessa cirurgia, por mais que o umbigo queira fechar, o pedículo superior faz com que o umbigo permaneça aberto, mantendo sua naturalidade. Além disso, Dr. Zamarian faz questão de posicionar a cicatriz do umbigo o mais internamente possível, procurando esconder sua cicatriz.

Miniabdominoplastia

Dr. Zamarian, geralmente, inicia com a lipoaspiração de flancos e abdômen e, no final da lipo, realiza uma retirada de fuso de pele pouco maior que uma cesárea, descolando até o xifoide para se realizar plicatura da musculatura abdominal, como na abdominoplastia. A cicatriz umbilical é preservada, sendo levantada durante o procedimento, e reposicionada um a dois centímetros abaixo de sua posição original para se evitar aumento de flacidez no andar superior do abdômen. Assim, essa modalidade de cirurgia plástica fica reservada para pacientes com pouca flacidez de pele, com excesso discreto a moderado de gordura, com ou sem diástase dos retos abdominais.

É muito importante que o cirurgião plástico realize a correta indicação dessa cirurgia. Pacientes com muita flacidez de pele e que realizam a miniabdominoplastia por temer a cicatriz maior da abdominoplastia clássica, podem se frustrar com o excesso de pele que pode ocorrer após a cirurgia. Cabe, então, ao cirurgião plástico avaliar adequadamente a paciente em pé, sentada e deitada a fim de se optar pela melhor técnica para cada caso.

Dúvidas frequentes

Pretendo ter filhos novamente. Posso me submeter à abdominoplastia?

A abdominoplastia deve, preferencialmente, ser realizada em pacientes que não desejam ter mais filhos. Para quem ainda deseja engravidar, é realizada uma avaliação individual e decide-se caso a caso: algumas pacientes fazem somente uma lipoaspiração, se a flacidez de pele for menor, outras associam uma miniabdominoplastia, se a diástase dos músculos retos abdominais estiver incomodando, e outras pode até realizar a abdominoplastia, sabendo que pode ser necessária uma segunda cirurgia, caso tenha mais filhos.

A abdominoplastia vai remover todas as minhas estrias?

É verdade que a abdominoplastia é o melhor método para eliminar estrias, desde que elas estejam compreendidas na área de pele que vai ser retirada. As estrias que estiverem fora da área operada vão continuar, mas muitas descem e ficam próximas à linha do biquíni. Estrias acima do umbigo e nos flancos são as que mais provavelmente permanecerão após a abdominoplastia.

Você deseja um abdômen mais firme e com mais cintura?

Descubra como a abdominoplastia pode deixar seu abdômen mais firme, com menos estrias e cabendo em roupas de antigamente. Volte a sentir confiança em seu corpo e melhorar sua autoestima, porque você merece!

Pronta para passar por essa mudança extraordinária? Agende uma consulta!

Agende sua consulta para abdominoplastia em Londrina com Dr. Walter Zamarian Jr.

(43) 3356-0506

Cirurgião Plástico em Londrina - PR

info@zamarian.com.br

Rua João Wyclif, 111, Sala 1702
Londrina - PR
CEP 86050-450
Brasil

📞 (43) 3356-0506

🕑 segunda a sábado 8:00 - 12:00 h
segunda a sexta 14:00 - 18:00 h

5/5 estrelas baseado em 5 comentários